quarta-feira, janeiro 06, 2010

Assassinatos de Missionários. Até quando?


A missionária Dorothy Stang tinha 74 anos quando foi assassinada em fevereiro de 2005, na região de Anapu, no Pará.
.
Nada menos que 30 sacerdotes, duas religiosas, dois seminaristas e três voluntários leigos foram assassinados em 2009 enquanto desempenhavam sua missão nos cinco continentes.
.
No continente americano foram assassinados 23 missionários [18 sacerdotes, dois seminaristas, uma religiosa e dois leigos]. Na África morreram nove padres, uma religiosa e um leigo. A Europa registrou a morte de um padre. Já na Ásia, foram assassinados dois padres.
.
Por países, o Brasil liderou a lista mortes de sacerdotes: seis assassinatos. A Colômbia também registrou cinco padres e um leigo, assassinados. Na África do Sul foram mortos quatro padres e na República Democrática do Congo contabilizaram-se as mortes de dois sacerdotes, uma religiosa e um leigo da Cáritas.
.
Muitos membros da lista foram vítimas da própria violência que estavam a combater...
.
Fonte: Site da CNBB com informações da Fides (agência do Vaticano para o mundo missionário)

Um comentário:

Manoel Trajano disse...

Problema sério que culmina com a falta de interesse dos Governos Federal,Estadual e Municipais em junto com o Judiciário e Legisladores fazerem um sério trabalho de conscientização daqueles que com seus interesses excusos e corruptos vivem às custas desses massacres.