sábado, janeiro 30, 2010

"A mão que afaga é a mesma que apedreja..."

por Acúrsio Esteves (*)
.
Fim do século XIX, a Bahia testemunha uma mudança de costumes na sua maior festa popular. Estou me referindo ao nascimento do carnaval e à morte do entrudo. Se o preconceito e a segregação social além da violência física eram as notas destoantes desta manifestação de origem portuguesa, o carnaval recebe este dote como herança e até intensifica o seu caráter hierarquizado concebendo, porém, novos paradigmas lúdicos, estéticos e capitalistas. No entrudo, negros “brincavam” ao lado de brancos, e estes podiam atingi-los com as famosas laranjinhas, farinhas, água fétida e toda a sorte de armas podres, enquanto aqueles só poderiam fazê-lo entre si. Já no carnaval do início do século XX, a "inconveniente" presença dos afrodescendentes e pobres foi alijada do nobre circuito do corso, (onde o préstito trazia a "nata" da sociedade baiana em suntuosos desfiles), e nem sequer imaginada nos seletivos bailes dos salões do Teatro São João, Teatro Politeama, Cruz Vermelha e Fantoches da Euterpe. Formaram-se (a exemplo de hoje) dois circuitos distintos no carnaval de Salvador.
.
Na Rua do Palácio (hoje Chile) acontecia bem comportado o desfile eurocêntrico dos citados clubes e na Baixa de Sapateiros a farra de entidades negras como Guerreiros d´África, Embaixada Africana, Pândegos d´África, evocando e reverenciando suas origens. Dentro deste contexto é que surge em 1950 um elemento que vem promover uma mudança radical na forma de se brincar o carnaval: o trio elétrico. Fruto da musicalidade baiana vindo através da genialidade inventiva da dupla Dodô e Osmar, ele é concebido no início da década de 50. Esta genial criação mais tarde viria a se tornar a marca registrada do carnaval de Salvador, e modificaria por completo e para sempre a estrutura da folia. Sem pedir licença, de forma irreverente e tendo um forte compromisso com a alegria, a dupla Dodô e Osmar à revelia de tudo e todos destrói o “status quo” vigente e decreta a democracia no carnaval através da participação coletiva simultânea onde negros e brancos, ricos e pobres tinham algo em comum: pulavam atrás do trio.
.
Como bem colocado pelos seus próprios criadores referindo-se à multidão que o acompanha, "pula gente bem, pula pau-de-arara, pula até criança, e velho babaquara" ou mais sinteticamente como Caetano "atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu". Este caráter libertário e unificador lhe confere a primazia de efetivamente ter uma atitude conseqüente contra o preconceito e a segregação social e racial no nosso carnaval ainda que não de forma intencional, pois, o único objetivo dos seus criadores era o entretenimento pessoal e a diversão da massa.
.
A preferência por essa nova forma de se brincar no outrora plural carnaval de Salvador veio se acentuando a partir da década de 50 atropelando tudo e todos que não se rendessem aos seus acordes contagiantes. Entidades carnavalescas como Escolas de Samba, Blocos de Índio, Afoxés, Cordões e Batucadas foram gradativamente se não extintas, quase desaparecidas. Sua atuação quase hegemônica, monopolizando a preferência e atenção popular e divulgando nacionalmente o carnaval de Salvador, veio em fins da década de 70 e início de 80, aprisioná-lo nas cordas dos blocos que já vislumbravam o seu poder como elemento facilitador de apropriação de capital. Estes, em seu favor, abdicaram no tradicional sopro e percussão, iniciando um processo no qual o trio passaria a ser uma propriedade particular, reconduzindo às ruas uma hierarquia social, econômica e racial perdida no tempo, contribuindo sobremaneira para a atual privatização desregrada do espaço público. O trio libertário, servo e promotor do prazer, passou a ser refém da sua própria alegria e reescreveu a história dividindo de novo os foliões que outrora ele juntou num caldeirão de euforia, em associados e pipocas, pobres e ricos, negros e brancos. Virou passarinho cantando na gaiola para quem poder pagar mais.
.
Dentro desta lógica capitalista, os antigos grilhões por ele arrebentados na década de 50 são, por seu intermédio, recolocados no povo. O trio ocupou o lugar de agente da discriminação, da segregação e do preconceito a serviço das elites econômicas e seus "podres poderes" legalmente constituídos. Perde o significado a assertiva de Moraes Moreira, quando este diz em uma das suas composições em comemoração aos 25 anos do trio, se referindo ao nosso carnaval "É o lugar do mundo inteiro que se brinca sem dinheiro, basta só existir e na vida passar um Trio Elétrico de Dodô e Osmar". A cor da pele, a posição social, endereço nobre (ou pobre) voltaram a fazer diferença. A alegria do trio agora tem preço (caro) e nome: Eva, Cheiro de Amor, Camaleão... Ele que antes era do povo, para o povo e pelo povo, hoje é classificado como "de bloco" e "independente". Independente... Porreta essa!!! É de fazer Dodô e Osmar se arrepiarem e revirarem no túmulo.
.
Início do século XXI, o "agente da alegria", refém (sem direito a resgate) do poder econômico, massifica uma padronização estética que empobrece e privatiza a festa e sufoca, ou melhor, aniquila a criatividade popular. Esta padronização é responsável pelo que o Profº Joaquim Maurício Cedraz Nery chama de militarização do carnaval, que se caracteriza pela presença do uniforme (abadá), da quase uniformidade do ritmo (axé, pagode), das evoluções coreografadas no percurso, da posição na fila e revezamento do comando (mesmos "cantores" atuando em todos os "regimentos", digo, blocos). Este novo modelo de carnaval tem no turismo seu mais recente e rentável filão econômico, um promissor caminho para a sua esclerose e autofagia.
.
Pois é leitores, o paraibano Augusto dos Anjos (chamado o poeta do mau gosto) está coberto de razão quando diz: "O beijo, amigo, é a véspera do escarro, a mão que afaga é a mesma que apedreja". Está aí o trio elétrico que não lhe deixa mentir... Já se disse que o mundo dá voltas, que a história se repete, é cíclica etc., e nós estamos vivos para testemunhar mais uma vez o povo ser usurpado de mais um patrimônio cultural em favor da elite. Pobre folião de Salvador. Pobre carnaval da Bahia!
.
(*) O professor Acúrsio Esteves pertence ao quadro da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Salvador - SECULT, e também leciona na Universidade Católica do Salvador - Fonte: A Tarde Online

sexta-feira, janeiro 29, 2010

Lula em trinta e cinco segundos



Foi o tempo da filmagem feita por um internauta na chegada do presidente ao Hospital Português no Recife. Um flagrante eloquente do maior susto que o corpo de Lula lhe proporcionou desde que tomara posse, em 2003.

.

O Lula hospitalizado na madrugada de quinta-feira em Recife nem de longe fazia lembrar o Lula combativo de Brasília, que corre o país exibindo sua candidata.

.

O vídeo (divulgado pelo JC Online) exibe um Lula combalido. A blusa entreaberta. Uma nesga do peito à mostra.

.

Rodeavam-no médicos e seguranças. Ao lado da cadeira de rodas, passos apressados, uma moça erguia um frasco de soro.

.

O líquido era injetado no organismo do presidente por meio de uma agulha espetada no pulso esquerdo, recoberto de esparadrapo.

.

A cena é interrompida no instante em que Lula ganha o elevador. Subiu ao segundo andar. Ali, foi submetido a uma bateria de exames.

.

Fonte: Blog de Josias - Folha Online

Quando o corpo vence o mito

por Juliana Colares (Diário de Pernambuco)
.
Lula tem poder e popularidade. Mas foi derrubado por uma doença que atinge milhões de brasileiros comuns
.
A luz de alerta está ligada. O pico de pressão arterial de 18 por 12 que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou quando se preparava para deixar o Recife na última quarta-feira foi uma prova de que por trás do "mito" existe um ser humano. Como qualquer outro. Um homem de 64 anos que fuma - 20 a 30 cigarrilhas por dia, ultimamente -, e tem uma carga de trabalho exaustiva. A crise hipertensiva, dizem os médicos, foi pontual. O presidente não é hipertenso. Mas está sujeito a novos picos. Agora, Lula vai ter que repensar os planos para a corrida eleitoral e, literalmente, desacelerar. E ele sabe disso.
.
"É até bom que tenha acontecido porque acendeu a luz amarela. Vou ter que ter um pouquinho mais de cuidado", disse o presidente a um dos médicos que o atenderam no Recife. Segundo o cardiologista Sérgio Montenegro, do Real Hospital Português, onde Lula ficou internado, o presidente apresentou mal estar, tontura, calafrio, tremor e sensação de falta de ar ainda no avião. Chegou ao hospital com semblante abatido e sinais de fadiga...
.
"Como a gente não sabia o que era, a gente acionou o hospital inteiro. Toda a parte de cardiologia, hemodinâmica, cirurgia. Estava todo mundo em alerta", disse Montenegro. O presidente passou por uma avaliação clínica e exame físico que incluiu ausculta respiratória e cardíaca, além de palpação abdominal. Em seguida, foi submetido a uma série de exames: eletrocardiograma (método para medir a atividade elétrica do coração), radiografia e tomografia de tórax e de abdômen, ecocardiograma (que utiliza a ultrassonografia para visualizar o coração) e cerca de 30 exames laboratoriais. Todos de sangue, incluindo hemograma e análise da função renal, hepática e cardíaca. A equipe foi rápida e, uma hora e meia após a chegada do presidente, os testes já tinham sido concluídos. Os resultados estavam dentro dos parâmetros normais.
.
Tantos exames, justificaram os médicos, foram necessários para descartar algumas suspeitas, como infarto, embolia pulmonar e um quadro infeccioso. Lula recebeu nebulização três vezes. Cada sessão durou cerca de 15 minutos, com intervalo de pouco mais de uma hora e meia entre uma e outra. "Com a pressão muito alta, os pulmões funcionam de forma um pouco mais trabalhosa. Uma das finalidades da nebulização é dilatar os brônquios e fluidificar as secreções", afirmou o diretor do Real Tórax, do Real Hospital Português, o cirurgião torácico Cláudio Gomes. Segundo Sérgio Montenegro, Lula já tinha tido que nebulizar nos últimos dias. O presidente tem uma bronquite leve. Na tomografia de tórax os médicos identificaram comprometimentos muito discretos e descartaram problemas respiratórios mais sérios.

Presidente teimoso

Quando o senhor vai avaliá-lo?
.
Essa pergunta foi feita ao médico Roberto Kalil Filho, cardiologista do presidente Lula. Segue a resposta:
.
Tentei levá-lo ao Sírio-Libanês para fazer um chek-up, mas ele se recusou. Preferiu descansar em casa. Mas, até o fim de semana, farei uma consulta

A justificativa de Lula

"Precisaríamos fazer check-up todos os anos porque você consegue antever uma coisa grave ou descobrir uma coisa grave. Todos os anos eu faço check-up, mas este ano eu não fiz porque o José Alencar está com problema de saúde, a Dilma teve o problema dela. Eu falei: pô, se eu fizer e der alguma coisa também, a República está desgraçada", disse Lula em dezembro de 2009.

Larga o cigarro, Presidente!

Na terça-feira passada em Brasília, durante a cerimônia de lançamento das Bolsas Copa e Olímpica, para policiais, Lula pediu para encurtar a solenidade. Não estava se sentido bem. Seu médico anda preocupado desde que o presidente voltou a fumar. Informações do Blog de Ancelmo Gois

quinta-feira, janeiro 28, 2010

"Lei Luciano Huck"

O apresentador da Globo, Luciano Huck, teria sido beneficiado por um decreto editado pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho (PMDB), que alterava a legislação da Área de Proteção Ambiental (APA) de Tamoios, na Baía de Ilha Grande. O apresentador, alvo de ação civil pública movida pelo município de Angra dos Reis em outubro de 2007 por supostos danos ambientais e construções irregulares em sua casa de veraneio, é representado pelo escritório de direito do qual é sócia a primeira-dama do estado fluminense, Adriana Ancelmo Cabral. A medida, cuja constitucionalidade é questionada no Supremo Tribunal Federal (STF) pela Procuradoria-Geral da República, beneficiaria proprietários de residências consideradas irregulares na região - caso de Huck e sua casa na Ilha das Palmeiras. Ambientalistas contrários às mudanças determinadas por Cabral se referem ao decreto como "Lei Luciano Huck". Informações do Bahia Notícias / Blog do Noblat
.

Detalhe, o decreto de Cabral sobre Ilha Grande saiu três dias antes de a Justiça tentar notificar Huck.


Veja mais acessando aqui.

Depois de dominar TVs, chavistas avançam na internet e miram Twitter

Ocupar todos os espaços dos meios de comunicação e de todas as maneiras possíveis passou a ser a principal missão dos partidários de Hugo Chávez. Além do império de mídia mantido por eles - 34 emissoras de TV, centenas de estações de rádio, jornais de circulação regional e nacional e uma agência de notícias -, o plano agora é tomar as redes sociais da internet, como Twitter e Facebook.
.
Leia a matéria de Roberto Lameirinhas (Estadão) na íntegra aqui.

quarta-feira, janeiro 27, 2010

Home Core

Confira o designer futurista do chinês Dang Jinwei...
.
A peça reúne vaso sanitário, pia, espelho e mesa de apoio em uma mesma peça. A água da pia é armazenada em um tanque e pode ser reaproveitada para a descarga do vaso.
.
À esquerda, detalhe do espelho, e, à direita, a peça fechada.
.
A matéria da revista Casa e Jardim informa que, por enquanto, "o Home Core é apenas um conceito e não produzido comercialmente".
.
Será que cabe o notebook?

Tá na lei


Desde 22.07.2005, através do processo na Vara da Justiça Federal, todos estabelecimentos bancários ficam obrigados a prestar atendimento ao usuário ou cliente no prazo máximo de 15 (quinze) minutos, exceto em dia que antecede feriado ou imediatamente após sua ocorrência. Nesse caso, o prazo máximo passa para 30 (trinta) minutos.
.
Caso não seja obedecida essa regra o estabelecimento bancário estará sujeito a uma multa de R$ 500,00 (quinhentos reais) por cada inobservância. A implantação do sistema de senha também é obrigatória, sob pena de pagamento diário de multa de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).
.
O descumprimento judicial acima poderá ser encaminhado ao Ministério Público Federal no seguinte endereço: Av. Sete de Setembro, 2365, Corredor da Vitória, Cep 40.000-000 - Salvador-Bahia.

segunda-feira, janeiro 25, 2010

Em tempos de crise...


O registro acima foi na Pituba

A mídia e a solidariedade

Quando a TV Globo e a TV Record farão uma pausa em suas escaramuças e, juntas, cada um para seu público fiel e infiel, farão uma maratona da solidariedade, investindo pesado em atrações, trazendo seus talentosos e bem pagos artistas para pedir donativos para o sofrido povo haitiano?

E as empresas que gastam fortunas dia a dia, hora a hora, semana a semana, não poderiam suspender seus gastos com publicidade por uma semana e – todas juntas – enviar toda a dinheirama ao Unicef, Unesco, Acnur, Cruz Vermelha, Médicos Sem Fronteiras para aplicação imediata na construção de hospitais, orfanatos e asilos em toda a extensão de Porto Príncipe?

Quantos apresentadores poderiam enviar seus vistosos rolex para o Unicef? Esperaremos que Madonna retorne ao Brasil e saia daqui com um cheque de 10 milhões de dólares para apoiar sua organização Success For Kids numa nova causa humanitária?

por Washington Araújo (Observatório de Imprensa)

País já enfrenta falta de mão de obra

O mercado de trabalho foi um dos últimos a se recuperar da crise, mas o medo de perder o emprego já é passado para os brasileiros. Empresas, comércio e serviços não só voltaram a contratar, como falta trabalhadores com qualificação suficiente para preencher vagas. Empresários e analistas temem a repetição do "apagão de mão de obra" de 2008, o que comprometeria o avanço sustentável da economia.

"Toda vez que o Brasil cresce 4,5% ou mais, falta mão de obra qualificada", disse o professor da Universidade de São Paulo José Pastore, especialista em trabalho. Informações do Estadão

domingo, janeiro 24, 2010

Domingo é dia de Missa! Então...

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

Irmãos:

Como o corpo é um, embora tenha muitos membros, e como todos os membros do corpo, embora sejam muitos, formam um só corpo, assim também acontece com Cristo.

De fato, todos nós, judeus ou gregos, escravos ou livres, fomos batizados num único Espírito, para formarmos um único corpo, e todos nós bebemos de um único Espírito.

Com efeito, o corpo não é feito de um membro apenas, mas de muitos membros.

Se o pé disser:

"Eu não sou mão, portanto, não pertenço ao corpo", nem por isso deixa de pertencer ao corpo.

E se o ouvido disser:

"Eu não sou olho, portanto, não pertenço ao corpo", nem por isso deixa de pertencer ao corpo.

Se o corpo todo fosse olho, onde estaria o ouvido?

Se o corpo todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?

De fato, Deus dispôs os membros

e cada um deles no corpo, como quis.

Se houvesse apenas um membro, onde estaria o corpo?

Há muitos membros, e, no entanto, um só corpo.

O olho não pode, pois, dizer à mão:

"Não preciso de ti."

Nem a cabeça pode dizer aos pés:

"Não preciso de vós."

Antes pelo contrário, os membros do corpo que parecem mais fracos são muito mais necessários do que se pensa.

Também os membros que consideramos menos honrosos, a estes cercamos com mais honra, e os que temos por menos decentes, nós o tratamos com mais decência.

Os que nós consideramos decentes não precisam de cuidado especial.

Mas Deus, quando formou o corpo, deu maior atenção e cuidado ao que nele é tido como menos honroso, para que não haja divisão no corpo e, assim, os membros zelem igualmente uns pelos outros.

Se um membro sofre, todos os membros sofrem com ele; se é honrado, todos os membros se regozijam com ele.

Vós, todos juntos, sois o corpo de Cristo e, individualmente, sois membros desse corpo.

E, na Igreja, Deus colocou, em primeiro lugar, os apóstolos; em segundo lugar os profetas;

em terceiro lugar, os que têm o dom e a missão de ensinar; depois, outras pessoas com dons diversos, a saber:

dom de milagres, dom de curas,

dom para obras de misericórdia,

dom de governo e direção, dom de línguas.

Acaso são apóstolos?

Todos são profetas?

Todos ensinam?

Todos realizam milagres?

Todos têm o dom das curas?

Todos falam em línguas?

Todos as interpretam?

Palavra do Senhor.

Graças a Deus

Educação na Escola

por Cônego José Geraldo Vidigal de Carvalho (CatolicaNet)

É impressionante o que a internet apresenta quando se coloca em pesquisa a epígrafe deste texto. Entretanto o que se verifica é que, se é verdade que há falhas na fiscalização na estrutura física e pedagógica de muitas Escolas, se esquece, além disto, de um ponto fundamental que é a educação dos adolescentes e jovens.

Com efeito, uma Escola é para formar pessoas para a vida. Ora, um dos ornatos do ser humano bem educado é a finura de trato que o leva ao respeito aos outros. No entanto, pouco se incomodando com os vizinhos, há Estabelecimentos de Ensino que patrocinam toda espécie de alaridos, perturbando os que querem estudar, trabalhar. Muitas vezes nem dentro de casa se tem mais sossego!

Nos dias de hoje já se vive enjaulado pela necessidade de grades em todas as janelas, alarme, cerca elétrica em todo o perímetro das residências e se acrescente agora a necessidade das janelas e portas acústicas de preço tão elevado por força da gritaria de alunos mal educados, incivilizados.

Os pais que preferem colocar os filhos em colégios particulares não podem se deixar levar apenas por certos slogans que, muitas vezes, não correspondem à realidade.

Uma vez matriculados os filhos não bastam as rotineiras reuniões de pais e mestres, cumpre também uma visita às dependências da Escola para verificar se elas realmente oferecem condições para uma convivência humana digna.

Além da linha pedagógica as regras de disciplina e funcionamento são essenciais.

Hoje, mais do que nunca cumpre redefinir a prática educativa num contexto em que a agitação é generalizada e dentro das escolas se deveriam formar pessoas mais calmas não entregues à algazarra como se fossem donos do mundo.

É preciso um questionamento constante sobre: “Educar-como?, para quê? o quê?” que foram questões pertinentes levantadas por Thedor Adorno. Próximo de sua morte, em 1969, ele inclusive se envolveu em uma polêmica com seu companheiro e amigo da Escola de Frankfurt, Herbert Marcuse, por não ter apoiado os estudantes que, em 31 de janeiro daquele ano, desejavam interromper sua aula, para continuar, dentro do Instituto, os protestos que tomavam as ruas das capitais da Europa. Adorno chamou a polícia. Marcuse se posicionou a favor dos estudantes.

É preciso que os mestres saibam formar e evitar uma forma totalmente bizarra e pitoresca de ver a vida. Um mínimo de disciplina é necessário, pois quem faz tudo que quer, acaba mesmo fazendo o que não deve.

Mister se faz mostrar a adolescentes e jovens que brega, deselegante, cafona é não lutar por um mundo digno, é não respeitar os outros, é gritar, é não ter autocontrole.

Um mundo melhor depende muito da educação ministrada nas Escolas!

sábado, janeiro 23, 2010

If you think you suffer in life, do you suffer as much as he does?

Traduzindo:
Se você acha que sofre na vida, você sofre o tanto quanto ele?

.
Contribuição da leitora Rosa Maria (Paróquia Ressurreição do Senhor)

sexta-feira, janeiro 22, 2010

Revolução sobre Salvador

por Samuel Celestino - Bahia Notícias
.
Salvador experimentará a maior revolução urbana do país se os 22 projetos contidos em um pacote, que será anunciado na próxima sexta feira (28) pelo prefeito João Henrique, forem executados. O impacto será de tal sorte que o convite para o evento que já começou a ser distribuído não economiza palavras. Anuncia “Salvador, Capital Mundial” e fala na “Cidade do nosso futuro”. Trata-se de um conjunto de projetos urbanos fundamentais para ser executado até a Copa do Mundo de 2014. Realmente impressiona. O governador Jaques Wagner, que já tem conhecimento do que se pretende, será co-partícipe. O investimento será feito no sistema Parceria Público Privado (PPP), em que empresários e bancos de investimentos terão papel preponderante, porque envolve bilhões de reais. Só a ponte Salvador-Itaparica está, a princípio, orçada em R$ 2,8 bilhões, mas esse é o primeiro número.
.
O pacote de projetos que revolucionará Salvador envolve ainda leis especiais de forma a ordená-lo.Terá como impacto, sem se fazer referência à ponte Salvador Itaparica (que provavelmente será pênsil com apenas 12 pilares, com extenso vão central), duas grandes vias estruturantes. São a Avenida Atlântica, entre a Orla e a Paralela, com uma ponte, também pênsil sobre a Lagoa de Pituaçu, e outra avenida, entre a Paralela e a BR-324, denominada Linha Viva. Esse acesso se entroncará com o complexo da Via Expressa, do governo do Estado, com uma saída exclusiva para a ponte que chegará à Ilha de Itaparica.
.
Os projetos alcançam toda Salvador e chegam a Camaçari, em forma de uma avenida que se entroncará com a Estrada do Coco. Impactam a área do Comércio e da Península de Itapagipe, o frontispício da cidade, toda a zona de influência do Iguatemi, o Campo Grande, novo sistema viário Paralela-Itapoan, nova Orla, passarela Avenida Joana Angélica-Centro Histórico e outra entre o Morro do Cristo-Ondina. Cito alguns projetos, quase todos: Via Atlântica, Avenida Linha Viva, Nova Orla, Projeto Transalvador (de mobilidade para o trânsito), Novo Projeto Água de Meninos, novo Porto de Salvador, Novo Projeto Aeroporto de Salvador (com a construção da terceira pista), Parque Temático Salvador 500 Anos, Novo Projeto Parque do Cajazeiras Golf Clube, Projeto Parque das Dunas do Abaeté e a Central da Música, prevista para surgir no espaço hoje ocupado pelo Parque de Exposições.

Procon informa as 10 mais

Dentre as empresas que mais receberam reclamação no órgão em dezembro/2009, a Ricardo Eletro foi a campeã. As reclamações mais frequentes são sobre demora na entrega, desistência do serviço, garantia do produto e vício (problema interno que traz prejuízo financeiro ao consumidor).
.
Na sequência aparecem as seguintes empresas:
.
Whirlpool S.A
Bompreço
Centro Tecnológico Ltda
Samsung
B2W-Companhia Global do Varejo
Casas Bahia
Nokia
Area Sul Comércio e Serviço Ltda
C&A

Dica para fugir do calor

Caso você esteja na rua e bater aquele calor, não pense duas vezes, faça como eu fiz ontem, entre numa loja para pedir informação com um vendedor e dê uma esticada no papo... Principalmente se o ar condicionado estiver bem gelado. Não se esqueça de agradecer!

quinta-feira, janeiro 21, 2010

E por falar em lixo...

O que você faz com o seu lixo interior?
.
Recicla? Deposita no aterro do seu infinito? Ou sai espalhando pelos caminhos que você percorre nesta vida?

Mostre que você conhece o Rio de Janeiro

Clique aqui e dê "nome aos bois".

Big polêmica

A Federação Israelita do Rio contratou o advogado Ricardo Brajterman para tentar impedir Marcelo Dourado, participante do "Big Brother", de exibir no programa umas suásticas num samurai tatuado em seu braço.

Por lei, é proibido exibir símbolos nazistas.

Fonte: Blog do jornalista Ancelmo Gois

Quer fugir do carnaval?

Faltando menos de um mês para a maior festa do planeta, nem todos aguardam com a mesma ansiedade a folia momesca. Há quem encare os cinco dias como folga, descanso e lazer. Pensando neste grupo que deseja curtir dias de muita praia, passeios e diversão, agências de turismo prepararam esquemas interessantes, inclusive com grande fluxo de saídas para o exterior, devido à queda do dólar. Porém, quem deseja descanso total e nem ouvir um ruído sequer da grande festa, mas ficar perto de casa, tem opções variadas... Confira as opções aqui!

Uma década de quase metrô

Depois de ter o seu custo alterado de R$600 milhões, por um trajeto de 13km, para R$1 bilhão investido em apenas 6 km, o metrô de Salvador completa uma década e ainda em construção.
.
A assessoria de imprensa da Secretaria de Transportes e Infraestrutura (Setin) informou que o consórcio Metrosal, responsável pela obra, vai anunciar a nova data de conclusão. O prazo anterior era para 2003.

terça-feira, janeiro 19, 2010

Um título indesejável

Na semana passada, a equipe do Fantástico (Globo) mediu o lixo de sete praias do litoral do Brasil. Salvador, infelizmente, foi a campeã da sujeira na praia.
.
Recentemente grandes avenidas de sete capitais brasileiras passaram pelo pente fino da sujeira.
.
A pedido do Fantástico (Globo), as companhias municipais pararam de varrer as ruas em um trecho de um quilômetro, durante o horário comercial de um dia útil.
.
Só no final do dia, a turma da limpeza entrou em cena para recolher e pesar a sujeira. Mas atenção: no teste só foi contabilizado o lixo recolhido do chão, aquele da falta de educação. O que estava dentro das lixeiras não entrou na soma.
.
E como resultado, uma má notícia para a Bahia! Salvador também ficou em primeiro lugar na blitz do lixo urbano, com 1.2 toneladas.
.
Fonte: Portal MS

Lixo estrangeiro nas águas

Condicionador de cabelos do Congo, água mineral chinesa, produto de limpeza americano... A maior parte do lixo não é produzida na praia, pelos banhistas. Chega pelo mar, de outros estados do Brasil, e até mesmo de outros países. Há, por exemplo, uma embalagem de sal, produzida na Rússia.
.
Confira a matéria do G1 na íntegra aqui.

Haiti: Sequestro de órfãos

Segundo o Comitê dos Direitos da Criança, da Organização das Nações Unidas (ONU), antes da tragédia no Haiti já havia cerca de 380 mil órfãos no país. Agora a preocupação é com o destino dessas crianças.

O Comitê emitiu o seguinte comunicado: "Alarmado pelas recentes informações que dão conta de saques e violência, solicitamos medidas eficazes para proteger as crianças contra todas as formas de violência e exploração, incluindo a violência sexual e os sequestros encobertos pela adoção".
Acredite, a possibilidade de acontecerem sequestros disfarçados como adoções existe.

segunda-feira, janeiro 18, 2010

Para reflexão

"Ninguém põe vinho novo em odres velhos; porque o vinho novo arrebenta os odres velhos e o vinho e os odres se perdem. Por isso, vinho novo em odres novos”.
.

Norovírus, cruzeiros e o carnaval

Em Olimpia (cidade paulista), foram registrados, entre 30 de dezembro e o dia 12 deste mês, 367 casos de diarreia, muitos deles em turistas que frequentaram um parque aquático que recebe centenas de visitantes por dia.
.
Segundo a Secretaria da Saúde de Olímpia, é provável que os demais casos da doença tenham sido provocados pelo norovírus, encontrado em excrementos ou vômito de pessoas infectadas e que podem passar para alimentos, água ou superfícies pelo contato das mãos. A infecção acontece também em contato com frutos do mar contaminados sem cozimento. Informações do Folha Online
.
O norovírus, no ano passado, provocou surto em ao menos 350 turistas que viajavam em um cruzeiro entre o Rio e o Nordeste.
.
Os norovírus são um grupo de vírus (anteriormente conhecidos como “Norwalk-like viruses”) que podem afetar o estômago e o intestino. Esses vírus podem causar gastroenterite em seres humanos, que é uma inflamação do estômago e intestino grosso.
.
Segundo o site CDC, os surtos ocorrem com mais freqüência onde há concentração de pessoas em áreas de tamanho reduzido, como, por exemplo, em casas para idosos, restaurantes, eventos servidos por bufês e navios de cruzeiro.
.
Atenção, foliões!
.
Camarotes e instalações apertadas podem aumentar o contato entre grupos humanos.

Embrulhe e jogue fora

Atraídos pelo cheiro adocicado e pelo sabor de fruta, os passarinhos estão comendo restos de chicletes,... Ao sentirem o chiclete grudando em seu biquinho, tentam, desesperados, retirá-lo com os pés, porém, não conseguem...
E aí, acontece o pior: acabam morrendo sufocados, asfixiados, ou ainda, enforcados...
Isso pode ser evitado com o simples ato de após marcas, embrulhar num pedaço de papel e jogar no lixo...
.
Agora se quiser preservar o dente e o estômago, o melhor é não mascar...

Haití ya no existe

Cualquier cifra de muertos es falsa. Para que el número de víctimas del terremoto de Haití se acercara algo a la realidad harían falta dos cosas. La primera es que alguien los hubiera contado, supiera cuánta gente estaba comprando a las cinco de la tarde del martes en el supermercado Caribe o cuántos niños de hasta cinco años durmiendo la siesta o jugando en la guardería Le Petit Prince. Pero nadie lo sabe. Tampoco nadie ha contado cuántos cadáveres han sido quemados ya en las esquinas o cuántos continúan abandonados en medio de las calles - el reportero perdió este sábado la cuenta al llegar a 20 tras la primera media hora de recorrido por el centro de Puerto Príncipe -. La segunda cuestión necesaria es que aquí, en este país antes llamado Haití, hubiese algún tipo de autoridad, municipal o estatal, que tras el seísmo se hubiese hecho cargo de la situación. Pero Haití ya no existe. Su capital sólo es ya un inmenso cementerio en ruinas por el que pasean sin saber hacia dónde millones de personas convertidas en vagabundos.

por Pablo Ordaz, direto de Puerto Príncipe para o El Pais

sábado, janeiro 16, 2010

Um ateu e o cardeal

O que se pode esperar de um encontro entre um cristão e um ateu? E quando esse cristão é o representante máximo da Igreja Católica, Joseph Ratzinger? Em 2000, o então cardeal e hoje papa Bento 16 participou de um debate acalorado com o filósofo ateu Paolo d'Arcais em torno da provocadora questão:

A tentativa de dar um sentido claro e novo ao cristianismo no meio da crise da humanidade está no centro dessa discussão, que aborda desde temas polêmicos, como o aborto, até a fronteira, cada vez menos nítida, entre fé e razão. Um confronto de opiniões que ajudará todas as pessoas que já se perguntaram e, muitas vezes, não encontraram respostas que sustentassem verdadeiramente sua própria credulidade ou religiosidade.
.

Pode-se discordar muito de Bento 16 – e mesmo detestá-lo. Mas é, sem dúvida, um ótimo papa do ponto de vista intelectual. Mesmo suas encíclicas não padecem demais daquela linguagem cifrada, coberta do gesso das referências canônicas, que é mais ou menos obrigatória em documentos do gênero. Sem dúvida, parte significativa de suas mensagens se dirige a quem não é religioso, em especial aos intelectuais leigos, de forma sofisticada e ao mesmo tempo compreensível, mesmo nos pontos em que a lógica não me parece convincente. Informações de Marcelo Coelho (Folha Online)

.

Vejamos algumas passagens do livro:

.

Por Paolo Flores d’Arcais

...em muitas sociedades primitivas – também eles eram homens! — o canibalismo ritual era considerado um dever ético-religioso... De modo que, se por natureza entendermos o que normalmente se entende, ou seja, todos os que pertencem à espécie Homo sapiens, com certeza não existe nem uma única norma que tenha sido compartilhada sempre por todos os homens.

(...) Se nós estabelecermos a priori que uma parte da humanidade era contra natura e a outra parte – que coincidência, aquela que compartilha nossas normas --, essa era a verdadeira humanidade, é evidente que realizaremos uma operação que todo mundo pode fazer, com seus valores, mas cuja conseqüência é dizer que quem não compartilhou ou compartilha desses valores, não só peca, como também está fora da humanidade: essa é a conseqüência lógica.

(...) Pois bem, e se aqui, presentes [neste teatro], houver pessoas que consideram que – por mais doloroso que seja, e, evidentemente, sem que deva ser utilizado como método contraceptivo qualquer – o aborto não é, porém, um delito? Serão, por isso, pessoas irracionais, anti-humanas?

.

Por Joseph Ratzinger

Há coisas sobre as quais uma maioria não pode decidir, porque estão em jogo valores que não estão à disposição de maiorias variáveis; há coisas em que acaba o direito de decidir da maioria, porque se trata do humanismo, do respeito do ser humano como tal.

.

Não estou de acordo com o argumento “histórico”, que diz que para todos os valores existe, na história, também uma posição contrária (...) esse fato estatístico demonstra o problema da história humana e da falibilidade humana.