domingo, novembro 29, 2009

O filme de Lula e seus patrocinadores

Pelo menos oito patrocinadores ou apoiadores do filme financiaram também a campanha de Lula para presidente, em 2006. Essas empresas doaram R$ 11,6 milhões para a reeleição do petista, 15% do total da receita da campanha do PT, que chegou a R$ 76,7 milhões. Na mesma disputa, Geraldo Alckmin (PSDB), derrotado no segundo turno, arrecadou R$ 900 mil dos atuais financiadores do filme. Essas empresas apoiaram diversos outros candidatos a governador e também para o Congresso, dos mais variados partidos. A construtora Camargo Corrêa é a patrocinadora do filme que foi mais generosa na reeleição de Lula e doou, na campanha, R$ 3,5 milhões. A JBS Friboi e a Ambev aparecem na sequência, com R$ 2,5 milhões cada. A OAS destinou R$ 1,7 milhão; a Grendene, R$ 250 mil; a Norberto Odebrecht, R$ 150 mil; Ticket Serviços, R$ 150 mil. O empresário Eike Batista ajudou na campanha do petista com R$ 1 milhão. Sua empresa EBX é uma das patrocinadoras do filme. Informações de O Globo

Um comentário:

Manoel Trajano disse...

É importante neste momento como brasileiros distinguirmos o que é uma Biografia do que é propaganda politica.Se fosse um filme sobre FHC,Fernando Collor...todo mundo chiaria tambem.Brasileiro adora criticar e reclamar tudo e nunca sugere melhorias.Ô povo que reclama.A fonte é a realizadora do filme,senao me engando,a Globo atraves da Globo Filmes....