sexta-feira, setembro 04, 2009

“Salve um formando. Dê-me um emprego”


.
Após uma busca de quase três meses por emprego após a sua formatura, Alex Kearns, 23, resolveu radicalizar.
.
Formado em Letras (francês e italiano), na Universidade de Swansea, o jovem subiu num pedestal na praça de Trafalgar, no centro de Londres, e desenrolou um currículo gigante.
.
Salve um formando. Dê-me um emprego”, estava escrito no currículo.
.
O pedestal em que Kearns subiu foi instalado nesse verão europeu, para que os londrinos subissem e fizessem qualquer apresentação que quisessem. Alguns decidiram protestar sobre a crise mundial...
.
Criatividade ou desespero, mas funcionou. Após passar uma hora em cima de um pedestal, Kearns agora é um executivo de vendas internacionais. Uma empresa de consultoria o contratou.
.
“Do jeito que as coisas estão atualmente você precisa se destacar no meio da multidão. Eu tinha enviado centenas de currículos, mas ninguém me dava uma chance. Eu vi nisso uma oportunidade de me vender. Com certeza valeu a pena, porque meu novo chefe ficou impressionado com a minha iniciativa. Eles me enviaram um e-mail dizendo que minha aparição foi inteligente e que eu deveria enviar meu currículo”, disse Alex Kearns.
.
Em tempo, o pedestal que mudou a vida de Kearns continuará na praça e aberto a manifestações do público até outubro.
.
Você subiria?
.
Fonte: Época Negócios Online

3 comentários:

Anônimo disse...

Sei não, viu. Acho que é necessário muita coragem e desinibição.
Abgraços, Glauber

Manoel Trajano disse...

Se essa moda pega estamos fritos!!Ja pensou as pessoas começarem a subir nas coisas!Que pandemonio será!E antes que eu me esqueça professora dançar TODO ENFIADO,fogueteira no Maracanã,aparecer no BBB,tudo dá dinheiro.Eta paisinho da inversao de valores!!!Enquanto isso nos Hospitais Publicos,Salas de Aula,Construçao Civil,Serviço Publico os profissionais viram heróis para ganhar merreca!

Anônimo disse...

Claro que sim. Ainda plantaria bananeira...